Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Refletindo sobre o resultado da eleição presidencial: DOIS 'BRASIS': Um em construção e outro na bancarrota

Imagem
Enquanto a Presidente reeleita dava o discurso, após a confirmação da vitória, eu escrevia e postava no Facebook, nesta noite histórica de domingo de 27/10/2014, o texto a seguir:
DOIS 'BRASIS': Um em construção e outro na bancarrota.
TSE comunicou a 'vitória' de Dilma com 51,64% contra 48,36% de Aécio. O Brasil saiu dividido, eu faço parte de um desses 'brasis', o da construção, ou seja,o Brasil que não mostrou-se afinado com esse Governo em atuação.
Nem o PT e nem Dilma saíram vitoriosos. Eles agora vão tentar construir pontes e conciliações com mais de 50 milhões de brasileiros que não votaram (e com razões diversas). Parabéns aos que viram e não compactuaram de tanta hipocrisia, que não ficaram calados e não deixaram selar por cabrestos e nem ficaram de olhos vedados. Dilma será presidente do Brasil da bancarrota (termo que significa falência de uma organização. Estado que está sem condições de cumprir com os seus compromissos), o país da falta de respeito…

Não é por causa de eleição é por causa da vida que segue: RESPEITO!

Imagem
Enquanto não chega dia 26 de outubro e ocorre o segundo turno, muitos estão esquecendo o limite do debate político e à busca de um ideal novo ou velho para o Brasil...O que ocorre é uma baixaria dentro do horário político, noticiários e pior de todos: nas redes sociais.
Não decidimos ainda se Dilma fica ou Aécio chega, mas amizade e respeito estão indo embora.


NÃO É POR CAUSA DE ELEIÇÃO é por causa da vida que segue.
Cada é dono do seu nariz, aqui no caso, do seu espaço. Então, cada um é responsável pelos atos escritos. Liberdade de expressão é um direito assegurado para manifestar livremente opiniões e ideias. Mas sem afrontar o direito alheio e levantar ou espalhar difamação, calúnias e ódio. Discurso de ódio, contra a honra e a dignidade alheia não é liberdade de expressão. É crime. 
Cada um vota em quem quer, escolhe religião que quer, cor/raça e orientação sexual não tem nada a ver com caráter e dignidade. "O nosso limite é respeitar o limite do outro."

Refletindo após resultado do primeiro turno para Presidente: Mudar um País ou se mudar de um país?

Imagem
Assim que se confirmou 2º turno, escrevi:



"Mudar um País ou se mudar de um país?

Realmente, chego a conclusão que os políticos prestam e o problema está no povo. Os medíocres sentem-se bem até o Governo não mexer nas suas "economias" guardadas na Caixa Econômica ou em qualquer banco e não tirar seus direitos de trabalhadores, e aos mais pobres vale se apegar a um programa social que, por mais que seja útil, não sana o problema da desigualdade. Não conheço tantos de classe C ou de classe inferior/superior que vivam o que diz as suas respectivas classes. Pois, viver de modo mesquinho ou limitado e sem poder exceder, denuncia que economicamente não se vive o real (falo por mim, quando ponho o limitado). E o mais pobre não vive, sobrevive da misericórdia.
Muitos que queriam ou querem a permanência do atual Governo estão acima dos pobres, falo dos classes C, daí subentendo-os como pseudos burgueses. Já aos mais pobres, espero que nunca sintam a inflação junto ao salário, as bol…